Menu
Ranking
Quem Somos
Análises
Ranking News
Atuação no Congresso
Como Apoiar
Meu Ranking
banner

Leis

Reforma Administrativa

PEC 32/2020

A reforma busca uma transformação na Administração Pública brasileira com o objetivo de melhorar os índices de produtividade e eficiência do gasto público, proporcionando serviços de qualidade aos cidadãos a um custo mais baixo. Apesar de não ser o objetivo primário, a Reforma Administrativa pode ajudar no equilíbrio das contas públicas da União em médio e longo prazo. A PEC 32/2020 propõe alteração no regime jurídico dos servidores públicos aproximando ao do setor privado.

O texto prevê essas mudanças somente aos novos servidores, porém, não abrange as regras para magistrados, parlamentares, militares e membros do Ministério Público, que são categorias que estão entre as que têm maior remuneração e benefícios no serviço público. Os aprovados em concursos públicos passarão um período sob o contrato de experiência e serão submetidos a avaliações técnicas. Para cargos considerados típicos de Estado, esse período é de dois anos. Depois disso, somente serão efetivados os que alcançarem uma boa avaliação. Após esta etapa, o servidor ganhará estabilidade depois de mais um ano de trabalho. Para os demais servidores, o vínculo de experiência terá o período de um ano, com os bem avaliados sendo efetivados. A reforma acaba com a autopromoção baseada somente em tempo de serviço e cria uma regulamentação para demissão por insuficiência de desempenho, uma regulamentação que está pendente na Constituição desde 1998 e que visa o aumento de produtividade.

Vale ressaltar que entre 2003 a 2019, o número de funcionários públicos cresceu mais de 7 mil por ano, alcançando a marca de 1 milhão de servidores. Porém, a média de demissões foi de 252 por ano, mas nenhuma delas por mau desempenho. A PEC também prevê que o presidente da República tenha autonomia para a criação, transformação e a extinção de ministérios. Além disso, há a previsão de vínculo por experiência, por prazo determinado, cargo típico de estado e o cargo de liderança e assessoramento. Ao promover uma maior meritocracia, eliminar privilégios e incentivar a produtividade, a reforma pretende tornar o setor público mais eficiente e valorizar os servidores com bom desempenho.

Ver mais

Ranking News

Veja como cada deputado votou na PEC da anistia

Veja como cada deputado votou na PEC da anistia

No apagar das luzes do primeiro semestre legislativo, a Câmara dos Deputados aprova a chamada PEC da Anistia, que tem o objetivo de dar o maior perdão da história a irregularidades cometidas por partidos políticos. Foram 344 votos a favor e 89 contrários no 1º turno. A medida que permite que partidos possam quitar multas eleitorais com dinheiro público do fundo partidário, além de perdoar os que descumpriram os valores mínimos para candidaturas de negros e mulheres. Segue abaixo como cada parlamentar se posicionou na votação. Votaram para APROVAR a medida:   Votaram para REJEITAR a medida:
Veja como cada deputado votou na Reforma Tributária

Veja como cada deputado votou na Reforma Tributária

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na noite desta quarta-feira (10), o parecer para o projeto de lei complementar (PLP 86/2024) que trata da regulamentação da reforma tributária dos impostos sobre o consumo. O texto, sob a relatoria-geral do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), recebeu 336 votos favoráveis e 142 contrários, enquanto outros 2 parlamentares se abstiveram. Foram 79 a mais do que o mínimo necessário para o avanço da matéria, que, por se tratar de projeto de lei complementar, exige quórum de maioria absoluta (257 votos) na casa legislativa.Abaixo, segue a relação de parlamentares que votaram SIM e NÃO ao texto-base. Votaram SIM Votaram NÃO
Nota Técnica sobre o Marco Legal das PPPs

Nota Técnica sobre o Marco Legal das PPPs

Para enriquecer o debate sobre o Projeto de Lei 7.063/2017, em tramitação na Câmara dos Deputados, que trata sobre o Marco Legal das Parcerias Público-Privadas, o Ranking dos Políticos elaborou um documento técnico que aborda os principais pontos sobre essa discussão. O levantamento aborda assuntos como o enfrentamento às barreiras regulatórias e operacionais, que impedem a realização destas parcerias; a facilitação prevista para a realização de Funding em Moeda Estrangeira, o que pode abrir as portas para uma maior entrada de capital estrangeiro no setor de infraestrutura brasileiro; a experiência internacional com este tipo de regulação e como ela pode contribuir para a nossa tomada de decisão. Clique aqui para acessar a Nota Técnica, é o primeiro documento da lista.
Ler mais

Enquete

Você aprova a atuação do Congresso Nacional?

Newsletter

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades!


© 2024 Ranking dos Políticos. Todos os direitos reservados.

Ranking dos Políticos
Quer receber notificações do Ranking dos Políticos?
Receber Notificações
Agora Não